A região central de Carapicuíba foi modernizada

A modernização do Centro de Carapicuíba era um sonho antigo de Sergio Ribeiro, que foi prometido à população e cumprido.

Quando Prefeito, Sergio construiu o terminal de ônibus municipal, José Ribeiro, (que hoje está em pleno funcionamento) e buscou parceria com o governo do Estado para que ele fosse integrado à estação de trem da CPTM, para melhor acesso e conforto dos cidadãos. As linhas de ônibus locais foram organizadas, bem como os camelôs que atuavam e ainda atuam nas proximidades. 

Complexo Viário da Lagoa

Como parte da transformação e modernização da região Central, Sergio Ribeiro, também buscando convênios e parcerias, conseguiu a construção dessa obra, que envolveu a retirada de mais de 60 famílias que viviam em situação precária e de risco na área conhecida como Vila Municipal, atrás da estação da CPTM.

Elas foram realojadas em apartamentos do Minha Casa Minha Vida (programa criado no governo de Lula) na Vila Helena.

PAC Cadaval: canalização, urbanização, construção de moradias

Essa é a maior obra já realizada na história de Carapicuíba. Foi iniciada e quase 100% concluída nas gestões de Sergio Ribeiro como prefeito. Foi realizada por meio de parcerias com os governos estadual e federal, dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), as obras ocorreram em três trechos estratégicos da extensão do córrego Cadaval, abrangendo os bairros da Vila Menck, Vila Cretti, Vila Sulamericana e Ariston.

A remoção de 532 famílias da Comunidade do Murão, que passaram a residir no Residencial Tambory, em apartamentos instalados em condomínio com infraestrutura completa com água, luz e gás encanado, foi parte integrante da obra.

Além da construção de moradias, o PAC Cadaval, também envolveu a canalização do córrego Cadaval, o maior da cidade, com 10 km de extensão.

Sobre o córrego canalizado foi construída uma nova avenida, a Marginal do Cadaval, que não só ajudou a desafogar o tráfego de automóveis na avenida Inocêncio Seráfico, como abriu novo acesso à Vila Dirce, região de Carapicuíba no qual foi instalado o primeiro shopping da cidade.

Minha Casa Minha Vida

Esse tão importante programa, criado nas gestões petistas do governo federal, foi trazido a Carapicuíba na administração Sergio Ribeiro e garantiu moradia a mais de milhares de pessoas, em três empreendimentos.

Os Residenciais Azaleias, Violeta se Girassóis, que atendem famílias com renda de até R$1,6 mil mensais. Já para as de renda maior, são mais 5 mil unidades, em empreendimentos no Parque Jandaia, na Vila Lourdes, no Jardim Veloso e na Aldeia.

Junto com o PAC Cadaval, é o maior programa habitacional da história de Carapicuíba.